Cuide de seus pensamentos para melhorar sua vida

No texto anterior 'Sua mente influencia o mundo?' comentamos o trabalho de alguns pesquisadores que estudam a possível interferência de intenções humanas sobre a matéria. O tema ainda é tabu para ciência, mas podemos, por variadas experiências, vivenciar e sentir tais influências. O que podemos de concreto afirmar é que nossas ações e emoções estão diretamente ligadas aos nossos pensamentos, por isso, é tão importante observá-los.

Mestres orientais de grande sabedoria explicam que o coração do homem comum é como um espelho. Quando há coisas na frente desse espelho formam-se imagens e, assim, o coração vai se tornando reflexo dos ambientes. Huineng, sexto patriarca, da China, usava um exemplo: o ambiente é como o vento e o coração é como a água. Ao soprar o vento, surgem ondas, antes de parar uma onda, surge outra. Assim são nossos pensamentos, razão pela qual as preocupações humanas costumam ser intermináveis.

Como resolver, então esse fluxo quase interminável de pensamentos, que geram e alimentam tantas preocupações? Primeiro é preciso saber e, eis aqui um lição desconhecida por muitos: você não é a sua mente. Sua mente, que produz tantos pensamentos, que tanto imagina, que gera tantas emoções, é apenas parte de você, não é “você”. Nosso “eu verdadeiro”, nossa consciência maior, pode controlar a mente desde que estejamos plenamente atentos a cada momento e em tudo que fazemos, para não nos identificarmos e reagirmos de forma cega a nossos fluxos mentais.

Conscientes disso, ao surgir uma situação, boa ou ruim, temos a favor, ou contra nós, nosso livre-arbítrio e sabedoria. Quando olha-se para uma rosa, há quem a considere linda mas há quem repare só nos espinhos. Tudo que ocorre em nossa vida pode ser avaliado por diferentes perspectivas: é uma escolha pessoal apenas observar ou reagir, criar aversão ou apego, gerar boas ou más emoções. Quando refinamos nosso olhar, e transformamos nossos pensamentos, abrimos espaço para a gratidão. Problemas passam a ser encarados como desafios, situações difíceis como oportunidades para desenvolver virtudes - como paciência, tolerância e fé.

Sábios alertam: tudo começa no pensamento. Um pensamento (de raiva ou desejo, intolerância ou aceitação etc), gera uma emoção e em seguida uma ação. Ações constantes se transformam em hábitos. Nossos costumes acabam por moldar nosso caráter e, por fim, nosso destino. Portanto, se quer mudar sua vida ou uma situação, comece por acalmar sua mente. Assuma o controle para transformar e purificar seus pensamentos.

Se você muda, o mundo muda

Se você já conheceu ou convive com uma pessoa muito negativa ou pessimista sabe o quanto uma pessoa pode “contaminar” um ambiente, não é? Da mesma forma, se conhece alguém muito bondoso e agradável, sabe o quanto ela influencia positivamente e inspira pessoas ao seu redor. Costumamos nos achar muito pequenos, acreditamos que o que somos, fazemos ou dizemos é insignificante diante do tamanho do cosmos. Façamos então, o exercício contrário, avaliando nosso corpo.

Cada organismo é um “universo”, um sistema perfeito que funciona a partir da integração de cada mínima parte. Cada órgão é formado por células, átomos, minúsculas partículas invisíveis. Quando nosso corpo se enfraquece, qual é a causa? Uma doença grave, como um câncer, inicia em uma minúscula célula e, no entanto, pode causar a morte de todo um organismo.

Somos parte do mundo que vivemos, somos influenciados e influenciamos os lugares e as pessoas com quem convivemos a todo momento. Podemos nos sentir incapazes sozinhos de mudar o mundo, mas podemos transformar ambientes e ajudar aqueles que estão perto de nós. Se me mantenho consciente e atento a tudo que penso, faço e digo, se observo minha mente e mudo meus pensamentos, me torno uma pessoa melhor. Se melhoro, colaboro para que minha família tenha mais harmonia, influencio meu ambiente de trabalho e amigos, que podem levar adiante essa “corrente”. Assim, a partir de pequenas mudanças em nós, podemos sim ajudar o mundo.

Muitas notícias ruins circulam, existem guerras, sofrimento, desastres naturais. Diante de tais situações, cabe avaliar: se nosso coração é reflexo dos ambientes, e se, da mesma forma, o ambiente reflete o conteúdo dos nossos corações, como transformar a energia do mundo? Fácil é julgar, observar o erro do outro, cobrar e esperar que o outro mude, que o mundo mude para que eu seja melhor - uma ilusão. O líder indiano Mahatma Gandhi em uma de suas mais célebres afirmações nos aponta o caminho: “seja você a mudança que quer ver no mundo”. Se sonha com um mundo de paz, seja a paz. Se sonha com um mundo igual e justo, manifeste a justiça em cada ação. Se quer aprimorar sua ação, refine sua mente. Comecemos por nós, e tão somente por nós mesmos.

Para saber mais:

Livros:

O Poder do Agora, Eckhart Tolle

Mensagens da Água, Masaru Emoto

Daiana Lopes é jornalista, especializada em Educação no Ensino Superior. Possui formações na área de Desenvolvimento Pessoal, com foco em consciência, autoconhecimento e espiritualidade.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags

cultivando sabedoria

O que você procura?
Nossos visitantes
Facebook           Contato

sitesementedobem@gmail.com

Curitiba - PR - Brasil